sexta-feira, 15 de março de 2013

Brincadeiras ajudam a reduzir o uso da internet

Diversos estudos apontam que a maioria das crianças, residentes em áreas urbanas, usam a internet em casa. Elas conectam-se as redes sociais, jogos on line e pesquisa para os trabalhos escolares.
Os computadores e tablets não substituíram, completamente, os jogos e brincadiras de roda. Contudo, precisamos valorizar a cultura e a prática destas situações lúdicas, pois assim estaremos oportunizando diferentes aprendizagens ao pequenos, bem como, a ampliação da autonomia , imaginação e criatividade!
Relembre as brincadeiras que mais marcaram a sua infância e convide seus filhos a compartilharem das atividades.  Existem diversas opções de brincadeiras de infância, como por exemplo: elefantinho colorido, alerta vermelho, elástico, bolita, bolinha de sabão, telefone sem fio e dança das cadeiras.
 
Sugerimos algumas outras ideias:

AMARELINHA
Basta um giz – ou uma pedra, como é sabido – para transformar um pedaço de piso comum em uma das melhores brincadeiras de todos os tempos. A atividade estimula o equilíbrio, a agilidade e a mira e é indicada para crianças a partir de 4 anos.


ESCONDE-ESCONDE
Se houver várias crianças – são necessárias no mínimo três – o esconde-esconde é uma boa opção para treinar a agilidade, velocidade, criatividade, atenção e a paciência. Uma das crianças conta enquanto as outras se escondem. Em seguida, o “contador” precisa encontrar os demais. O primeiro a ser encontrado é o próximo a contar.


MORTO-VIVO
Perfeita para manter muitas crianças entretidas por muito tempo – e através de um mecanismo simples: quando o líder disser “morto”, todos devem ficar agachados; se o comando for “vivo”, os participantes ficam em pé. Os que descumprirem as ordens vão sendo eliminados, até que reste apenas o vencedor. A atividade ajuda a desenvolver habilidades como agilidade, condicionamento físico, coordenação motora, atenção, concentração e expressão corporal.


MÍMICA
Você só precisa de alguns cartões com nomes de animais ou filmes, por exemplo. Uma criança retira um cartão e, sem contar às demais o que está escrito nele e sem emitir som, precisa fazê-las adivinhar o que leu. A brincadeira desenvolve a memória e a criatividade, e é indicada para crianças acima de 8 anos.

Aproveite para liberar a criança que você já foi. Estas atividades, além de tirarem a criança da frente do computador, abrem espaço para que pais e filhos se aproximem. Em meio à rotina estressante vivida hoje, são instantes de diversão e relaxamento.

Equipe Essencial
contato.espacoessencial@gmail.com

Um comentário:

Chris Ferreira disse...

Ótimas sugestões. Gosto muito de fazer essas brincadeiras com as minhas filhas.
beijos
Chris

Postar um comentário

Agradecemos a visita e volte sempre!

Os mais lidos da última semana